“Chichico Alkmim, fotógrafo” por Chichico Alkmim

A mostra, com curadoria de Eucanaã Ferraz, traz o olhar sobre Minas Gerais e o seu cotidiano

A exposição “Chichico Alkmim, fotógrafo” traz seu olhar sobre as cidades que integram o estado de Minas Gerais e também sua rotina. Diferente de diversos fotógrafos que delimitam a sua tática aos estúdios, Alkmim mostrava o rotineiro da população, singelidade ao mostrar a história em cada fotografia. A mostra conta com mais de cinco mil negativos e fotografias originais do período em que foram reveladas.

De acordo com Eucanaã Ferraz, curador da exposição, “Chichico é daqueles fotógrafos que parecem ter o poder de fazer vir ao primeiro plano a vida de seus modelos. E é patente a densidade existencial que se expressa no conjunto de características físicas que chamamos fisionomia, compreendida como a realização momentânea de um destino”.

Data: 27/10/2018 a 05/05/2019
Horário: Terças a domingos e feriados (exceto segundas), das 13h às 19h.
Local: IMS Poços
Valor do Ingresso: Entrada Franca

Membros da jazz band da Polícia Militar: da esquerda para direita, em pé, Washignton Parães dos Santos (saxofone), Sigismundo Lopes de Figueiredo (clarineta), Sebastião José de Paula (contra-baixo), Agenor Alves de Deus (bandolim); sentados: Arnulfo Lisboa (trompete), Boanerges Apolônio de Meira (banjo), Jair Emídio Ferreira (trompete). Diamantina, MG, s.d. Chichico Alkmim/Acervo Instituto Moreira Salles.

 

 

- Publicidade -