“O Trauma é Brasileiro” por Castiel Vitorino Brasileiro

O processo de cura, luta e autoconhecimento da artista Castiel Vitorino

O espaço Galeria Homero Massena, em Vitória – Espírito Santo, recebe até o dia 24 de agosto obras da capixaba Castiel Vitorino Brasileiro. A exposição “O Trauma é Brasileiro” traz o trabalho da artista que mescla arte, psicologia e curadorismo, em um estudo a respeito da saúde de negros, bem como trans e travestis.

Reflexo das vivências da jovem, a mostra é mais um passo da graduanda em Psicologia, que também é curandeira, na luta contra o racismo e transfobia se utilizando da expressão artística. Pensando nessa aproximação com o público e mesclando todas as áreas onde atua, Castiel participará no dia 2 de julho de uma roda de conversa e, ao longo de toda a exposição, atendimentos individuais aos visitantes serão feitos.

“A sobrevivência para nós como subalternizados nesse tempo e espaço colonial, é conseguir produzir um outro espaço nesse território que nos despatrializa. Então esse espaço pode e tem sido construído, pelo menos por mim, numa relação triangular de desobediência, heresia e malandragem. E é nessa integralidade que a bicha, a travesti, surge e consegue sobreviver, nessa relação de negociação”, evidência Castiel Vitorino em entrevista ao Século Diário.

Exposição O Trauma é Brasileiro:
Data: 11/06/2019 a 24/08/2019
Horário: De segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, sábado, das 13 às 17h.
Local: Galeria Homero Massena (Rua Pedro Palácios, nº 99, Cidade Alta, Centro, Vitória)
Visita de Grupos: Mediante agendamento com a equipe da Galeria Homero Massena
Entre em contato: (27) 3132 8395 / educativoghm@gmail.com
Mesa de Conversa com a Artista: 02 de julho (Terça-Feira), às 19h.
Lançamento do Catálogo da Exposição: 23 de julho, às 19h.
Valor do Ingresso: Entrada Franca.

 

- Publicidade -

Você pode gostar também