Casa do Cantador em ganhará uma cordelteca em dezembro

O espaço na Ceilândia será reaberto ao público em dezembro e contará com um centro de referência para a literatura de cordel

A Casa do Cantador, em Ceilândia, ganhará um centro de referência para a literatura de cordel ainda neste ano. A reestruturação da biblioteca da Casa — que inclui nova delimitação no perfil temático, voltado para a poesia, artes, cantorias, músicas e folclore do Nordeste — deve ser concluída até 10 de dezembro. Atualmente o espaço conta com cerca de 800 títulos de cordel e mais de 700 livros que serão classificados e ficarão disponíveis para consulta através do Sistema Interligado de Bibliotecas Públicas e Escolares do DF, pelo software Koha.

“A Casa do Cantador vai ressurgir ainda mais vigorosa com a cordelteca, mais equipada para divulgar o importante patrimônio cultural do Nordeste”, afirmou o subsecretário da Supac, Cristian Brayner. O espaço será batizado em homenagem a João Melchiades Ferreira (1869-1933), um dos maiores cordelistas nordestinos, conhecido como O cantor da Borborema.

“É uma excelente escolha”, diz Danglei de Castro Pereira, professor de literatura brasileira na UnB e pesquisador da Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP/DF).

“O cordel tem uma inteligência que possibilita que a linguagem se adapte às inovações tecnológicas. Foi incorporado pelo rádio, a TV e agora acha seu caminho na Internet. Sua beleza melódica e potencial artístico e pedagógico o tornam imortal, universal”, disse  o presidente da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC), Gonçalo Ferreira da Silva.

Para quem quiser contribuir com exemplares ao espaço, doações poderão ser feitas em um desses endereços:

Biblioteca Nacional de Brasília
Setor Cultural da República, Área Cívica, Lote s/n
Edifício da Biblioteca Nacional, DF, 70070-150

 

Casa do Cantador
QNN Quadra 32 Área Especial G – Ceilândia
Brasília – DF, 72220-327

 

Secretaria de Cultura e Economia Criativa
SDCN Via N2 Anexo do Teatro Nacional – Asa Norte
Brasília – DF, 70086-900

- Publicidade -

Você pode gostar também