Tarsila do Amaral tem o maior número de visitantes em uma exposição exibida no MASP

A artista ultrapassou a marca de Monet, pintor europeu que havia sido a mostra mais visitada no Museu

O MASP manteve suas portas abertas até 00h de domingo  (28 de julho), graças ao público interessado para apreciar uma das artistas mais importantes da arte brasileira.

Contando com um acervo de 92 obras – sendo a maior exposição dedicada à artista – que mostrava as novas perspectivas, leituras e contextualizações.

A exposição teve a intenção de mostrar o “popular”, noção tão complexa quanto contestada, e que Tarsila explorou de diferentes modos em seus trabalhos ao longo de toda a sua carreira. O popular se apresenta através das paisagens do interior ou do subúrbio, da fazenda ou da favela, povoadas por indígenas ou negros, personagens de lendas e mitos, repletas de animais e plantas, reais ou fantásticos.

Neo pau Brasil, 1950

 

A mostra ficou em exibição por 4 meses, contando com um público de 402.850 durante o seu período de visitação, ultrapassando assim a média do artista impressionista francês, Claude Monet, que teve 401.201 pessoas visitando suas obras, em  agosto de 1997.

A seguir, segue a lista de exposições com maiores números de visitações ao MASP:

OS MAIORES PÚBLICOS DO MASP

1º “Tarsila Popular” (2019)
402.850

2º “Monet: O Mestre do Impressionismo” (1997)
401.201

3º “Picasso: Anos de Guerra 1937-1945” (1999)
202.522

4º “Salvador Dalí no MASP” (1998)
200.143

5º “Caravaggio e Seus Seguidores” (2012)
185.117

Religião Brasileira, 1927

- Publicidade -

Você pode gostar também